quarta-feira, 26 de março de 2008

Liuzzi

Estava eu dando uma olhada nos meus arquivos, em uma coluna que certa vez escrevi sobre Vitantonio Liuzzi.

Na época, constatei que existem fatos importantes na carreira do piloto italiano, nascido em Locorotondo.

Ele está na seleta lista de pilotos que marcaram pontos em sua corrida de estréia na Fórmula 1, quando chegou em 8º no Grande Prêmio de San Marino de 2005, a bordo da Red Bull.

E esse não foi um GP atípico, como o dos Estados Unidos de 2005, por exemplo. Foi um GP "normal". Nesse GP, completaram a corrida 13 carros, inclusive a outra Red Bull, com David Coulthard ao volante, em 11º. Comparando a sua melhor volta na corrida (a 7ª melhor entre todos os participantes) com a melhor volta do experiente Coulthard, há uma diferença de mais de 1 segundo (1:23.488 contra 1:24.641)

Sua carreira se inicia no kart em 1991. E que carreira... Em 1993 já foi campeão italiano e em 1995, foi vice campeão mundial. Não contente, conseguiu o título mundial de kart de 2001, inclusive vencendo Michael Shumacher em uma das corridas. Lembrem-se: Senna perseguiu esse título e não levou.

Na primeira temporada a bordo de um monoposto, em 2001, foi vice campeão da fórmula Renault alemã. No ano seguinte, ainda correndo oficialmente na fórmula Renault alemã, fez seu primeiro teste na F1 a bordo de um Williams

Em 2003, Já na FIA International Formula 3000, foi quarto no campeonato, além de ser o estreante do ano. No ano seguinte, detonou... foi campeão com uma corrida de antecipação, vencendo 6 de um total de 10 corridas.

Fica a pergunta: Porque esse cara não decolou?


Hoje na F1:

1933, Nascia Renato Pirocchi
1943, Nascia Lella Lombardi
1964, Nascia Martin Donnelly
1952, Nascia Didier Pironi
1989, Nigel Mansell vencia o GP Brasil
1995, Michael Schumacher vencia o primeiro GP Brasil sem Senna
2000, Michael Schumacher vencia mais um GP Brasil

Um comentário:

OCTETO RACING TEAM disse...

A F1 nem sempre é justa ...

Muitos pilotos bons não têm chances...infelizmente!!

Bjinhossss

Tati